Barretos – Vídeo

novembro 10, 2008

Contato

julho 28, 2008

E-mail: intercriar@hotmail.com

Barretos – A Capital do Interior Paulista

julho 22, 2008

Barretos é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 20°33’26″ Sul e a uma longitude 48°34’04″ Oeste, estando a uma altitude de 530 metros. Sua população estimada em 2006 era de 110.195 habitantes, em uma área de 1.563,6 km².

História

  • Fundação: 25 de Agosto de 1854 (153 anos)

Até meados de 1800, o Brasil tinha como habitantes portugueses, negros e escravos. Foi só com a chegada de grande levas de imigrantes que passou a receber costumes novos, principalmente europeus. Em 1831, Francisco Barreto e Antonio Barreto, juntamente com suas famílias, chegaram à região, apossando-se de grandes extensões de terras, onde organizaram suas fazendas (Fazendas Fortaleza, Monte Alegre e Posse Seca).

Em 1854, os descendentes destes pioneiros assinaram o título de doação de 82 alqueires ao “Divino Espírito Santo” e as primeiras casas de sapé começaram a surgir ao redor da capela erguida no local (Capela do Espírito Santo de Barretos).

Foi elevada à Freguesia, pela lei no. 42, de 16 de abril de 1847, e à Município, pela lei no. 22, de 10 de março de 1885. A lei no. 1021 de 6 de novembro de 1906, mudou o nome de Espírito Santo de Barretos para Barretos, já o decreto no. 98 de 26 de novembro de 1890 tinha criado a Comarca, simplesmente de Barretos. Como município instalado a 31 de janeiro de 1890, foi criado com a freguesia de Espírito Santo de Barretos. Em 1909 foi inaugurada a estrada de ferro. Em dezembro do ano anterior entrava na estação a primeira locomotiva do trem de lastro.

O personagem “boiadeiro” sempre teve um papel importante no transporte de gado de uma região para outra, assim como na entrega de “bois gordos” aos frigoríficos da região e Festa do Peão de Boiadeiro.

Elevada a município em 10 de março de 1885. O prefeito atual é Dr. Emanuel Mariano de Carvalho, um medico pediatra.

Festa

A cidade paulista sedia a mundialmente famosa e reconhecida como uma das maiores festas de rodeio, Festa do Peão de Boiadeiro organizada e promovida tradicionalmente pelo Clube Os Independentes de Barretos. A festa, apesar de atrair um grande público, também é alvo de duras críticas de grupos de direitos animais e proteção animal que alegam sofrimento nos métodos empregados nos rodeios – não só o de Barretos.

Rodovias

  • SP-326
  • SP-425

Como Chegar em Barretos:

Quem sai de São Paulo em direção a Barretos tem como opção duas rodovias: a Bandeirantes (SP-348) e a Anhanguera (SP-330). Em Campinas, os motoristas têm de seguir pela Anhanguera, sentido interior, até Limeira.

Chegando em Limeira, pode-se seguir pela Anhanguera até Ribeirão Preto ou pegar a

Rodovia Washington Luiz (SP-310). Quem optar pelo primeiro caminho, deve seguir pela rodovia Armando Sales Oliveira até Bebedouro, caindo na Washington Luiz. No segunda opção, os motoristas passarão por São Carlos, Araraquara, Matão e Bebedouro.

Na saída 292 da Washington Luiz, altura do Km 292, os motoristas têm de seguir pela rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326) até Barretos.

Festa do Peão de Boiadeiro

Entrada da Festa do Peão

Festa do Peão de Boiadeiro é uma festa popular que consiste num rodeio de touros e cavalos, no estilo estadunidense. No Brasil acontecem centenas dessas festas durante o ano todo.

A Festa do Peão é uma das mais famosas do Brasil e é reconhecida mundialmente, sendo uma das maiores do mundo, acontece todo ano na cidade paulista de Barretos tradicionalmente organizada e promovida pelo clube “Os Independentes”.

No ano de 1955, na cidade de Barretos, localizada no interior do estado de São Paulo, Brasil, um grupo de rapazes solteiros realizaram a primeira Festa do Peão de Boiadeiro que se tem notícia. Desde então esta grande festa ficou conhecida internacionalmente pela sua gigantesca estrutura e alta qualidade dos peões, cavalos e touros que ali se apresentam. A festa é realizada no mês de agosto, coincidindo com o aniversário da cidade de Barretos, dia 25 do mesmo mês. É realizada, desde sua fundação, pelo clube “Os Independentes”.

No ano de 2005, realizou o seu Jubileu de Ouro, cinquenta anos de festa. Até o ano de 1984, a Festa do Peão era realizada no Recinto Paulo de Lima Correa, no centro da cidade, palco das memoráveis Exposições de Gado, notadamente nas décadas de 50, 60 e 70. “Os Independentes”, desde 1985, realizam a festa em enorme parque cuja área é de mais de 110 hectares, projetado pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer, sendo que possui uma arena de rodeio com capacidade para 35 mil pessoas. Esta grande festa tem suas raízes no transporte de gado pelas estradas de terra desde as pastagens de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, passando por Barretos em direção aos frigoríficos desta cidade. Os peões das “comitivas” que levavam estas boiadas se reuniam no entardecer para brincar de montar cavalos bravos, daí então surgindo este costume. A prática do rodeio em touros, hoje muito mais dinâmica que a de cavalos, foi trazida dos Estados Unidos.

Olá Barretos!

julho 22, 2008

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.